Resenhas

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

[RESENHA] "ESCÂNDALOS NA PRIMAVERA", DE LISA KLEYPAS

Nome: Escândalos na Primavera
Série: As Quatro Estações do Amor #04
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Onde comprar: Buscapé

Livro enviado como cortesia pela Arqueiro
Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa.

Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift. Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado?

Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos na primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.


Resenhas | Série “As Quatro Estações do Amor”


  


Daisy Bowman é a única das Flores Secas a permanecer solteira, uma condição que começa a preocupar seu pai. Disposto a por um fim a solteirice da herdeira mais nova, o Sr. Bowman dá-lhe um ultimato: Daisy terá dois meses para arranjar um pretendente, do contrário ele arranjará um casamento entre ela e Matthew Swift, o aprendiz que ele tem como um filho.

Matthew sempre frequentou a casa dos Bowman e cresceu sob a influência do patriarca da família, o que não é bem visto por Daisy. Ela acredita que o noivo em potencial é um homem frio e que só pensa em negócios, tal como seu pai.
"A grande frieza de Matthew Swift era acompanhada de um insuportável ar de superioridade. Ninguém nunca podia lhe dizer nada, porque ele sabia absolutamente tudo."
Uma temporada em Hampshire, a propriedade de seu cunhado, o Lorde Westcliff, na companhia de alguns jovens solteiros é a última esperança que Daisy tem de arranjar um pretendente, ela só não esperava encontrar Matthew lá, tão diferente do garoto desajeitado que conheceu nos Estados Unidos.
"Meu Deus, nunca em sua vida vira tamanha transformação. O “saco de ossos” tinha se transformado em um homem forte e bem-sucedido que irradiava saúde e vigor."
Entre encontros inesperados e conversas estimulantes, Daisy encontra-se desejando o homem que tanto repudiou. Com a resistência de Matthew em torná-la sua noiva, a garota arma um plano para seduzi-lo de uma vez por todas, porém um segredo do passado pode ameaçar qualquer a chance de felicidade do casal.

Sonhadora e uma verdadeira amante de livros, Daisy deseja encontrar o marido perfeito. A atração por Matthew é inegável, por mais que ela tente lutar contra, e o único caminho que lhe resta é tentar conquistar o coração do homem que tem ocupado seus pensamentos.

Inteligente e com um futuro promissor, Matthew Swift tem uma personalidade completamente diferente daquela que Daisy inicialmente imaginou. Seduzido pelos encantos da jovem, ele teme que complicações de seu passado venham à tona e prejudiquem o relacionamento de ambos.
"– [...] Eu vivo com essa espada pendurada sobre a minha cabeça há anos. Não quero você perto de mim quando ela cair.
...
– [...] Não tenho medo de seus segredos, Matthew. Eu os enfrentarei com você."
Eu nunca fui uma grande fã de romances de época, esse gênero simplesmente não costuma chamar a minha atenção, no entanto resolvi arriscar – uma decisão que envolve ex-resenhista e séries de romances de época em aberto. No final das contas acabei descobrindo um novo tipo de história que consegue me agradar.

Depois de uma ressaca literária das brabas’, “Escândalos na Primavera” veio para me lembrar o que é uma narrativa divertidamente envolvente; aquela espécie de livro cuja leitura leva apenas algumas horas para ser finalizada. Eu não estou dizendo que a obra entra para a minha lista de melhores do ano, mas ela certamente satisfaz e leva o leitor para um tempo passado fantástico, fazendo-o sonhar e suspirar com o romance dos protagonistas.
"– Ao longo dos anos colecionei mil lembranças suas, cada olhar, cada palavra que nunca me disse. Todas aquelas visitas à casa da sua família, todos aqueles jantares e feriados… Eu mal podia esperar para entrar pela porta e vê-la. – Os lábios de Matthew se curvaram em um sorriso enquanto ele se lembrava. – Você, no meio daquele bando de cabeças-duras… Adoro observar como lida com sua família. Você sempre foi tudo o que eu achava que uma mulher deveria ser. E eu a tenho desejado desde que nos conhecemos, em todos os segundos da minha vida."
Identifiquei-me muito com Daisy, principalmente com seu lado leitora, afinal quem nunca se perdeu dentro dos livros, sonhando e desejando viver todas aquelas aventuras e romances?! - eu com certeza já! Além disso, as conversas da protagonista com as amigas e os planos para conquistar Matthew me lembraram a mim e a minha amiga com nosso bate-papo sobre garotos e os planos para chamar a atenção do crush. Quem nunca?

E o que dizer de Matthew, que prefere sacrificar o seu amor para poupar sua amada de problemas que causariam muita dor de cabeça e sofrimento?! Desejando e admirando Daisy secretamente, dizendo coisas amáveis, ele é exatamente o tipo de mocinho que faz uma leitora suspirar e pensar “onde encontro um desses?”.

Tão maravilhoso quanto a história, é o trabalho da Arqueiro para com o livro. Com uma capa belíssima, “Escândalos na Primavera” também arrasa com a diagramação da obra, que apesar de simples, está excelente. As letras são pequenas, mas não tornam a leitura desconfortável - você se acostuma a ela - e as páginas são amareladas e levemente grossas, do jeito que eu gosto.

Intercalando a narrativa sob o ponto de vista de pelo menos quatro personagens, “Escândalos na Primavera” é um romance leve e divertido, que consegue entreter o leitor e fazê-lo se imaginar nas terras de Hampshire, vivendo as alegrias e os dramas junto à Daisy Bowman. É um livro perfeito para aqueles que querem se distrair, rir e sonhar.


Clique aqui e leia um trecho do livro


4 comentários:

  1. Oiii tudo bom?

    É ótimo quando a gente abre um livro e se identifica com o personagem, a leitura parece tomar outro gosto. A Lisa é uma autora que tenho faz tempo na minha lista e espero esse ano começar a ler essa série, ainda que seja aos pouquinhos já que não estou muito para históricos.
    As capas dessa série são lindas demais.

    Beijos

    Alice and the Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, quando a gente se identifica com o personagem, a leitura fica mais gostosa. A escrita da Lisa também é ótima e descontraída. =D

      Excluir
  2. Oiii,
    Quero muito ler essa série, pois só vejo elogios aos livros da autora.
    A Arqueiro ultimamente está arrasando com os romances de época. Quero todos rsrs.

    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a Arqueiro está trazendo ótimos romances de época. Uma arraso esses lançamentos ♥

      Excluir